pequeno na web 2

Muitas vezes chegamos a pensar que as pequenas empresas sofrem muito com a concorrência das grandes marcas nacionais ou globais. Bem, isso pode até acontecer, mas a verdade é que a cada dia, os pequenos negócios locais têm descoberto vantagens e se destacado na mente dos consumidores, inclusive no mundo online.

Na última década, o mercado vem vivenciando com força um novo momento. Os consumidores buscam produtos e empresas com que possam se identificar. Não somente pelas características dos seus produtos, mas em relação a valores pessoais e atitudes.

 

Evolução do Mercado

O consumidor está a cada dia mais exigente e impaciente. Estão também está cada dia mais atentos ao que as empresas fazem nos bastidores. Estudando esse movimento Philip Kotler – guru da área de Administração de Marketing – apontou em 2010 uma série de características de comportamento de consumidores e empresas que ele chamou de Marketing 3.0.

Resumidamente, Kotler diz que o mercado já passou por algumas fases de evolução e denomina cada um desses momentos como 1.0, 2.0, 3.0 e, o mais recente, 4.0.

Na fase 1.0, o centro das atenções era o produto. Com poucos concorrentes, as características básicas de um produto eram suficientes para convencer o consumidor de que era uma boa ideia realizar a compra. É a época da Revolução Industrial!

Já no momento 2.0, o foco estava no cliente e as empresas passaram a dar mais atenção a relacionamento e atendimento, procurando satisfazer e reter consumidores com estratégias mais emocionais.

Com a evolução para o momento 3.0, as características do produto e as estratégias de retenção não são mais suficientes. O consumidor tem cada dia mais informações à disposição e quer um mundo melhor.

É claro que o consumidor quer ser bem atendido e receber produtos de qualidade, mas também quer se relacionar com empresas que tenham respeito com as pessoas e como ambiente e que tenham valores semelhantes aos seus.

Hoje, Kotler já escreveu também sobre o Marketing 4.0, em que tudo isso ganha ainda mais força e novas características com a revolução digital, a análise de dados e o consumidor omnichannel.

 

O Pequeno Negócio tem espaço nessa evolução

O que esses estudos mostram é o que micro, médias e pequenas empresas locais já sabem há muito tempo: o consumidor tem alma e coração, quer ser bem tratado e gosta de se relacionar com pessoas reais. Não é apenas uma pessoa disposta a gastar.

Esse consumidor busca valores humanos que correspondam aos seus próprios. Isso é muito mais fácil de encontrar em um relacionamento personalizado que no contato com uma grande corporação, concorda?

Talvez seja exatamente por isso que negócios locais tenham ganhado tanta força nos últimos anos. Afinal, vivemos uma época em que se pode dizer que existem algumas grandes vantagens em ser pequeno!

 

Agilidade e relacionamento

Você deve ter notado nos últimos anos que os produtos artesanais têm ganhado cada vez mais fãs. De cervejas e hamburguers artesanais a doces caseiros para festas. Cada dia mais, as pessoas estão buscando produtos feitos de modo particular, relacionamento personalizado, atenção individual e – por que não? – carinho no atendimento.

Tudo isso cativa e fideliza!

A qualidade do relacionamento e a agilidade que os pequenos negócios tem naturalmente no seu trabalho, os gigantes do mercado sofrem para conseguir realizar e isso é sim uma grande vantagem!

É claro, grandes empresas tem uma série de vantagens competitivas, como economia de escala, poder de negociação, preparo na gestão de recursos e pessoas; mas o consumidor final é muito impactado pelas qualidades do pequeno empreendimento.

Agora olhe para o seu negócio. O que você tem de especial e que pode ser um diferencial para competir com empresas maiores?

Como você pode aproveitar essas vantagens no mundo online? A reposta pode ser mais simples do que parece! Temos algumas dicas:

 

1 - Responda as pessoas que falarem com você!

Sim, parece bobo, mas isso faz muita diferença! Não falamos até aqui que o relacionamento próximo é uma grande vantagem? Então é fundamental responder de verdade aos contatos que chegam pelo seu site, facebook, instagram, etc.

Tire um tempo do seu dia para ver as mensagens da sua página, pense e responda com tranquilidade e lembre-se, o efeito de ações na internet tem muito alcance! Tenha sempre calma e responda a comentários e mensagens com educação e respeito. Mesmo que do outro lado venha algo ofensivo, você nunca deve responder a provocações de cabeça quente! Essa dica é muito importante!

 

2 - Interaja com seu público

As redes sociais proporcionam a possibilidade de gerar engajamento e relacionamento incríveis com a sua marca.

Aproveite isso! Recebeu um elogio incrível de um cliente que adorou seu serviço? Recebeu uma foto de um cliente recebendo seu produto com alegria? Foi marcado em um post de um cliente sobre a qualidade surpreendente do seu produto novo que ele testou? Divulgue, comente, curta e compartilhe! Essa é a evolução do boca-a-boca!

 

3 - Poste conteúdo relevante que você domina

Hoje, com a quantidade absurda de informações que chegam a nós todos os dias, acabamos filtrando o que lemos, não é verdade? Não dá para dar atenção a todas as fotos de bom dia que chegam por mensagem ou percorrem nossa timeline, não é mesmo?

Então, para ter a atenção do seu público, você precisa de conteúdo útil! Você é especialista no seu negócio, com certeza tem muito a acrescentar na vida dos seus clientes com a sua experiência!

Dê dicas sobre o seu serviço, conte casos que deram certo, fale sobre o toque especial que você traz no seu serviço que deixa ele tão bom, dê dicas de como utilizar seu produto da melhor forma. Você tem muitos truques na manga, encontre o que tem de melhor.

 

4 - Humanize seu negócio

Pessoas gostam de se relacionar com pessoas. É por isso que algumas redes sociais, como o Facebook, inibem a criação de perfis pessoais para empresas, mas isso não significa que você não possa mostrar seu trabalho de forma humana.

Postar fotos dos bastidores do seu trabalho ou do seu time preparando uma entrega, por exemplo, são ótimas formas de tornar sua marca mais humana nas redes. Mas atenção! Não misture seu perfil pessoal com as postagens da sua empresa. Profissionalismo é importante mesmo – e principalmente – nas redes sociais, combinado?

 

 


marketing digitalevoluçãonovo consumidorsitesengajamento